Maratona de Berlim 2013

Maratona de Berlim 2013

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Como trato minha fascite plantar

A fascite plantar pode atrapalhar bastante. Tenho, bem controlada, desde 2009. Aqui faço um relato das coisas que funcionam para mim e permitem que ela atualmente ela não me prejudique. 
 
Antes de começar esse relato, queria dizer algumas coisas. Primeiro que não sou médico ou profissional de Educação Física, apenas um corredor amador desde 2009. Relato aqui apenas o que funciona comigo. Como não envolve remédios ou algo equivalente, me parece que não há maiores riscos em alguém seguir o que digo aqui. É claro, entretanto, que essa não é a solução definitiva para a Fascite Plantar de todos, pois o corpo humano apresenta muita variabilidade, então o que serve para um pode não adiantar para outro.

Tive Fascite Plantar pela primeira vez em 2009, e ela perdurou por uns 4 a 6 meses. Foi terrível. Senti muita dor, fiz muita fisioterapia, gelo, alongamento, até que ela se foi. De lá para cá, vez ou outra ela aparece, diria uma vez a cada 3 ou 4 meses, mas agora eu consigo resolver com facilidade e não dura mais que 1 ou 2 dias. Semana passada aconteceu uma dessas crises. Estava já há 4 semanas sem fazer treinos longos e acabei fazendo um maior do que deveria. No dia seguinte, senti ao acordar que a fascite veio com força. Dois dias depois, entretanto, ela já havia ido embora seguindo os tratamentos abaixo.

Então, o que eu normalmente faço para resolver o problema?

1) massagem com bola de pet shop (em caso de crise)

bola de pet shop - meu arquivo













Essa é minha grande companheira em caso de crise. Custa baratinho e resolve. Passo o pé por cima, para frente e para trás, até cansar. Deixo na mochila que carrego todo dia ao trabalho. Durante o dia, enquanto estou no computador, massageio sempre que possível. Quando a dor está maior e a região mais sensível eu massageio mais suavemente. Depois ela vai melhorando e aí faço com mais força.

Uma coisa que me ajudou foi comprar um sapato sem cadarço. Assim fica mais fácil colocar e tirar rapidamente e posso fazer o exercício com maior frequência.

Uma questão importante é o tipo e formato da bola. Na minha visão essa é a melhor. Existem muitos formatos e tamanhos, eu testei vários até chegar a esse. Essa é uma bola de cachorro grande! as bolas pequenas, com poucos ou baixos relevos para mim não funcionaram muito...

2) uso de tênis minimalista (trabalho preventivo)

Já identifiquei que não posso correr com tênis com muito amortecimento. Era esse que usava na época que tive a primeira crise:

Nike Vomero 4 - meu arquivo - tive problemas com esse tênis














É incrível, mas era eu usar esse tênis, que na época custava mais de R$500 (eu havia comprado lá fora muito mais barato), que na manhã seguinte estava com fascite. O negócio chegou a um ponto que até mesmo para andar um dia inteiro com ele acontecia a mesma coisa. Vendi a um amigo que não tinha o mesmo problema.

Hoje uso tênis minimalistas ou quase, como o Nike Free ou o Olympikus Rio e tiro as palmilhas para ficarem ainda mais leves.

Além desse tênis, já tive a fascite também provocada por um sapato que usava para trabalhar. O curioso é que ele era um sapato da linha comfort, com mais amortecimento e teoricamente melhor para os pés. Mas também já tive com um sapato super duro e sem nenhum amortecimento e sola de couro. Minha conclusão quanto à isso é que meu sapato deve ter um amortecimento intermediário. Essas foram crises leves, que resolvi com os tratamentos aqui descritos e trocando o sapato.

(Para uma discussão mais profunda desse tema há diversos sites na internet (procure tênis minimalistas, corrida descalça etc), bem como outros posts aqui nesse blog.)

3) Exercícios de fortalecimento (preventivo)

Faço também um trabalho preventivo de fortalecimento (musculação) que ajuda bastante. Segue abaixo um vídeo.

video
Neste vídeo, que fiz de mim mesmo em um feriado, há dois exercícios. O primeiro é mais para evitar canelite e fratura por estresse na tíbia. Essas são contusões bastante comuns em quem corre, das quais consegui me manter afastado. O segundo é um exercício especifico para fortalecer os pés, muito bom para evitar a fascite. Eu procuro fazer 3 séries de 12 de cada um, alternando cada vez um pé. Com o tempo, aumento aos poucos o peso. Acho esses exercícios ótimos para quem corre. Sinto que, quando eu reduzo esse fortalecimento a tendência de volta da fascite aumenta.

Só se deve tomar cuidado pois não se deve jamais realizar fortalecimento com dor! Esse não é para a fase de crise!

4) Alongamentos (preventivo/curativo)

Há diversos alongamentos que são úteis. Destaco o alongamento de panturrilha e os dos próprios pés. No Blog do Xampa tem umas fotos interessantes sobre o tema.

5) Massagem e gelo

Mal não fazem. Costumava fazer um trabalho preventivo semanal com um massagista/fisioterapeuta no qual diversos pontos eram estimulados, até porque já tive diversas contusões além da fascite (as tendinites mais diversas, epicondilite, condromalácia bi-lateral etc). Funcionou bem naquele tempo.

Quando a crise é pior, mergulho o pé também em uma bacia com gelo, por uns 15 minutos. Mas isso é bem mais raro.

Uma dica dada pelo Lelo Apovian, corredor amador de performance, é fazer compressa quente logo após o trabalho com gelo. Acho que é uma ideia interessante e que pode ajudar.

Conclusões

O principal de tudo é pesquisar bastante, para não cometer nenhum erro, e saber o que funciona para si. Como engenheiro, antes acreditava que existiria uma receita de bolo que funcionasse para todo mundo, afinal o corpo é uma máquina. Com o tempo descobri que não é assim. Cada um tem suas particularidades. É preciso se conhecer melhor!

Alguns médicos talvez digam que tem a solução. Desculpa a sinceridade, mas eu fugiria dos que dizem que conhecem a solução e em casos leves ou médios ela não é fisioterapia, alongamento e fortalecimento (nos casos mais graves há cirurgias). Hoje não há consenso na literatura sobre nenhum outro método. Pode ser que o procedimento dele funcione, pode ser que não.

Outro ponto a destacar é que, embora eu tenha colocado aqui várias opções que já usei em algum momento, hoje a fascite plantar realmente não é algo que me incomoda. Desde a primeira vez, em 2009, nunca mais tive qualquer limitação por conta dela. No geral a massagem com a bolinha com o fortalecimento preventivo já dão conta do recado muito bem. Pena que, como disse, o corpo humano seja único e o que funciona para mim pode não funcionar para outros.

78 comentários:

  1. Respostas
    1. Descobri a pouco q tenho fascite plantar devido a dor intensa no calcanhar esquerdo dr me deu 3 injeções pra fazer a cada 2 dias mas diminui mas nao passou a dor. Sera q existe alguma palmilha pra usar com sapato e tenis e adiantaria?

      Excluir
    2. Nadia, acho que você pode seguir as dicas que estão no post. Existem sim palmilhas e eu acho que elas podem ser usadas como paliativo nos momentos de dor. Não gastaria com uma palmilha personalizada cara, mas usaria uma comum, que permita alívio na dor. Eu mesmo, embora não tenha escrito, já usei em alguns momentos. Depois diga se conseguiu resolver. abs.

      Excluir
    3. Muito obrigada. fiz a massagem com a bolinha pet e a garrafa com agua gelada muito bom diminui muito a dor.

      Excluir
    4. Gostaria de saber se tendo fascite plantar posso fazer musculação. Faço hidro ginástica ha 3 anos.

      Excluir
    5. Legal Nadia, que bom que melhorou! fico feliz! pode fazer musculação sem problema. Fale com o profissional de educação física que te atender. Mas o limite é a dor, ou seja, neste momento não faça movimento que faça doer a fascite a menos que tenha sido estritamente recomendado. abs.

      Excluir
    6. Eu fiz massagem e resolveu...

      Excluir
  2. Muito bom.
    Qual a relação do tenis com amortecimento e a fascite plantar?
    Tenho canelite. Toads as vezes que tento aumentar o ritmo ela vem com tudo.
    Não sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. No meu caso a relação é simples e direta. Se eu treino com tênis com amortecimento em geral sinto os sintomas da fascite no dia seguinte. Se uso tênis minimalista, dificilmente sinto.
      Quanto à canelite, o 1º exercício do vídeo que postei é exatamente para evitá-la. Mas o uso do tênis quase certamente tem um papel. A canelite e consequente fratura por estresse na tíbia são contusões típicas de quem usa tênis com amortecimento (em geral pisando primeiro com o calcanhar), enquanto a fratura por estresse do 3º metatarso costuma ocorrer em quem usa tênis minimalista (em geral pisando primeiro com o meio ou frente do pé). Em geral esse último é evitado quando se faz uma adaptação lenta e gradual.
      No seu caso, um caminho que provavelmente resolveria seria reduzir os treinos, caso esteja com sintomas agora. Depois começar os exercícios de fortalecimento e em paralelo investir na corrida com tênis minimalista (melhor ainda é a corrida descalça, mas essa tem menos gente disposta a adotar). É claro, entretanto, que isso tem um custo pessoal alto, pois a adaptação a esse tipo de calçado leva de 6 meses a 1 ano, dependendo do seu nível atual de condicionamento. Mas as chances de sucesso são bastante altas.
      Abraço,
      Sergio

      Excluir
  3. Sérgio,
    Saber ouvir o corpo e reconhecer o que é melhor pra você é uma virtude que admiro.Tem gente que nem sabe dizer a dor que está sentindo. Parabéns pelas suas conclusões e determinação de um fortalecimento. =)
    Abraço,
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
  4. Olá querido, tudo bom ? Começei a ter fascite planta, há 5 dias. Muitas dores na sola do pé mas bem pra direita, no meio da sola não sinto nada.

    Fui ao médico e me receitou apenas fisioterapia.
    Sendo que infelizmente operei o joelho direito(ligamento cruzado anterior) e já completei o limite de fisioterapias por ano e não tenho condições de fazer mais até julho.

    To tentando tratar em casa, consigo andar com dor mas consigo tranquilo.

    Sou atleta de futebol no momento sem clube mas preciso me recuperar rapido.

    Você tem alguma dica ?

    Principalmente para fazer em casa, estou fazendo gelo, o choque termico também (ague e gelo) e andar por cima da bola de tênis (amanha vou ver se compro essa bola que você falou. E alongamento uma vez por dia.

    Em quanto tempo você acha que da pra voltar ?


    Desde já agradeço a atenção, fique com DEUS.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo, tudo bem?

      As sugestões são essas aí que coloquei no post. Na fase da dor, procurar colocar uma calçado com maior amortecimento ou com uma palmilha pode aliviar também. Outra coisa é alongar a posterior de coxa ao acordar, antes de colocar o pé no chão e sentir a dor. É só pegar o lençol, passar por baixo do pé e puxar para si.

      Investiria muito na bola de petshop, pode fazer várias vezes ao dia.

      Não dá para prever a volta. Fazendo a massagem com a bola de petshop comigo a dor passa bem rápido. Mas tem gente que tem isso por meses ou até anos. Vamos torcer para não ser o seu caso! Dê notícias!

      abs
      Sergio

      Excluir
  5. eu ja tenho ha 4 meses, parei de correr, estou pensando em voltar devagar sera que vai piorar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil dizer. Talvez uma alternativa seja mudar o tênis e alternar modelos e pisos. Você tentou a massagem com bola de Pet-Shop? O bom é que não tem contraindicação. Depois me conte como evoluiu, ok? Abs Sergio

      Excluir
  6. Estou com fascite plantar e nem sou corredora, apenas faço musculação, o médico disse que pode continuar treinando , mas fico com medo de piorar, será que tem problemas de continuar malhando os membros inferiores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio que haja problema, a menos que um dos exercícios tenha sido causador do problema. Eu iria devagar, observando como o corpo reage. É interessante tentar descobrir o que está causando sua fascite. Mas lembre-se da bola de Pet Shop...
      abs
      Sergio

      Excluir
  7. Parabéns pelas dicas! Me ajudaram bastante, pois tive que parar de ir à academia devido as dores constantes que sentia. Muito obrigada e boa sorte nas suas corridas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Aline! muito feliz de ter colaborado de alguma forma!
      abraço,
      Sergio

      Excluir
  8. Olá, Sergio!

    Parabéns pelo blog e pela forma sensata como o trata.

    Gostaria de saber (e já procurei essa informação em outros blogs) se quando eu for usar a bolinha de pet shop para massagear a planta do pé eu devo fazer com alguma força. O mesmo para a garrafa de água congelada. Ou seja, devo fazer os movimentos com pressão ou de forma suave?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alfeu, é como eu escrevi ali em cima no texto. Pode fazer com alguma força, mas no começo vai ficar difícil. Diria que o limite da força é quando a dor fica forte, aí é hora de reduzir a pressão. Depois, com o tratamento, espera-se que a dor vá se reduzindo e aí pode ir aumentando a força. A água congelada para mim não resolveu muito, mas provavelmente seja melhor com alguma pressão também.
      abs
      Sergio

      Excluir
  9. Ola Sergio. Corro há dois anos, e até agora cheguei na meia maratona. No ano passado tive uma lesão no iliotibial, e a partir daí, comecei a me interessar pelos tenis minimalistas. Comecei com quilometragens baixas, 1x por semana. Mas quando cheguei nos 10km, após uns 3 meses de adaptação, comecei a ter canelite, no tibial posterior. Pude perceber que ela piora quando faço treinos mais intensos. Nunca tive canelite usando tenis com amortecimento, mas com minimalista ela me visita frequentemente. Ha um mes comecei a fazer musculação específica para os tornozelos e pés, para ver se melhora alguma coisa, pois ainda não desisti. Do ponto de vista biomecânico, para mim faz todo sentido. Mas gostaria de compartilhar a experiência, pois lí em dezenas de relatos na internet justamente o contrário, que as pessoas se livram da canelite com os minimalistas. Eu a encontrei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranho amigo. É a 1ª vez que leio, mas tudo é possível, dadas as variações do corpo humano. Aquele exercício de fortalecimento ali do vídeo serve justamente para prevenir este tipo de lesão, mas deveria ser feito de forma muito leve se você está com dor. Depois conte o que aconteceu... abs

      Excluir
  10. Oi, estou meio que desesperada... tenho uma Meia Maratona agora dia 08/06, e à 1 semana to com dores.... Fiquei a semana passada parada, com gelo, e Flanax, até aliviou, mas no treino de domingo de 11k, ja voltou novamente a dor. O que vc me recomenda? Sabendo que nao existe a possibilidade de nao participar da Meia. rs Obrigada ( Andressa)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa,
      Investiria pesado na massagem com a bola de pet shop. Para mim o efeito é muito rápido. Se você está treinando com planilha ou treinador, já deve estar na fase de polimento, quando os treinos ficam mais leves. Nesse caso, faria esses treinos ainda mais leve que o planejado. A essa altura os treinos que realmente importam já devem ter ocorrido. Agora, se as dores persistirem até o dia da corrida, o ideal é não forçar, pois, caso contrário, a chance de piorar é muito grande. Faça mais devagar que o planejado.
      abs,
      Sergio

      Excluir
  11. Ei Sergio,

    Obrigada pelas dicas. Sim, eu treino com assessoria, e realmente os meus treinos estao mais reduzidos com a proximidade da prova. Desde ontem comecei a fazer a massagem com a bolinha pet, e gelo de 15', com intervalos de 15'. E realmente, a dor diminuiu muito, fiz Giro leve hoje e nao senti nada, e mesmo apos o treino a dor foi muito pequena em comparaçao com a semana passada. Realmente essa "bolinha" faz milagre!!! rs... Obrigada mais uma vez... e apos a prova te conto como foi meu desempenho.
    Abraços...
    Andressa

    ResponderExcluir
  12. Descobri a pouco tempo que a dor que sinto nos pés e fascite plantar tomei 2 tipos de remedio um manipulado nada resolveu vouvusar essa bolinha .eu gostaria de fazer academia mais tive medo eu poderia fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode fazer, desde que comente com o profissional de Ed Fisica seu problema.
      abs
      Sergio

      Excluir
  13. Olá !

    O tênis minimalista tem feminino? Não conheço essa marca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, tanto o Nike Free quanto o Olympikus Rio.
      abs
      Sergio

      Excluir
  14. Gostei das dicas. Estou sofrendo bastante com a fascite plantar em meio a preparação para minha primeira meia-maratona. Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amigo. Espero que as coisas melhorem. Não há nada pior para um corredor do que não poder treinar! Se lembrar depois volte aqui para contar como foi a prova.
      abs
      Sergio

      Excluir
  15. Adquiri fascite por conta de sapato. Estou com medo de não me curar completamente. Não ando com naturalidade mais..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha resolvido. Fiquei um tempo sem acessar o blog e não vi esse comentário.

      Excluir
  16. quem descobriu essa massagem com a bolinha tem meus parabens kkkkkkk

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Há cerca de 3 meses fiquei com uma fascite e canelite. Coincidência ou não as lesões surgiram quando troquei de ténis, para uns vomero 10 com palmilhas costumizadas (sou pronador). Também já pensei em vendê-los, e este blog só me está a dar mais força.

    Já fiz fisioterapia e a canelite está resolvida, mas a fascite não. Ainda continuo com bastantes dores, e já não corro há cerca de 2 meses. Tenho feito alongamentos, gelo e massagem com bola de ténis, mas sem grandes resultados, acho que vou mesmo ter de voltar à fisioterapia, ou até mesoterapia (que também me foi recomendado).

    Nota: Não consigo ver o video na pagina, foi retirado ou é do meu pc?

    Obg
    Nuno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha resolvido. Fiquei um tempo sem acessar o blog e não vi esse comentário.

      Excluir
  18. Gostei bastante das dicas Sergio parabéns, fiquei com esperança de curar minha fascite plantar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Luis! Espero que dê tudo certo! abs

      Excluir
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Sérgio! Estou com fascite há quatro meses. Estou fazendo fisioterapia e faço os exercícios em casa também nos dias que não vou. Estou achando muito lenta a recuperação. Tive que parar com as danças que eu fazia: zumba, aeróbica... Vou voltar a academia agora em janeiro, mas para fazer hidro e musculação. A massagem com bolinha você faz com a mão ou pisa nela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mara! A massagem é feita pisando na bolinha! melhoras para você! abs Sergio

      Excluir
  21. Sergio, comecei a sentir uma dor no calcanhar direito tão forte que as vezes era impossível colocar o pé no chão. Começou depois de eu comecei a andar rápido na esteira 50 minutos ao dia com inclinação a 3%. Ano passado eu fraturei as 2 tíbias por estresse ao voltar a correr. A corrida era um pouco mais que um trote e, ainda por cima, era intervalando com caminhada. Descobri depois de alguns exames que eu estou bem perto da osteoporose. Ou seja, preciso caminhar todos os dias e agora me aparece essa dor no calcanhar. Minha pisada é pronada (leve) e eu usava palmilha para corrigir. Descobri, lendo vários artigos que correr com palmilha as veses causa dor. E Vc tem toda razão: tenis com muito amortecimento piora e muito a dor. Fiz ressonância nos pés e deu fascite plantar leve. Mas essa dor no calcanhar não me parece a fascite. De qualquer modo, a massagem com bolinha pet é show. Obrigada pelas dicas !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada! Essas dores são chatas mesmo... melhoras para vc! Abs Sergio

      Excluir
  22. há tres dias tomo anti inflamatório, faço as massagens com a bolinha, e alongamentos , ainda tenho um pouco de dor é maior no p´esquerdo, gostaria de saber se realmente preciso fazer descanso, parando com a corrida, ou posso diminuir o tempo e dar um intervalo nos dias de treino, costumava correr diariamene por 1 hora, o que vc me diz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosangela,
      Acho que deve reduzir o volume de treinos neste período de dor. O ideal é dar uma parada até que a dor melhore. É difícil, mas te fará resolver o problema mais rápido. Outra coisa, acho a frequência dos seus treinos elevada. Todos os dias 1h me parece muito. Eu mesmo, que treino maratona, não passo de 4x por semana. O problema é o risco de contusão, como esta que você está sentindo. Uma sugestão seria intercalar a corrida com outro exercício. Se tiver acesso a uma academia, treinos funcionais são bem interessantes. Seria bom procurar uma orientação, agora que você passou pela 1ª contusão. Mas parabéns pela iniciativa de correr, para mim é um vício que já dura 8 anos e me trouxe muita coisa boa! Tenho certeza que para você também será!
      Abs
      Sergio

      Excluir
  23. Olá, Sérgio!
    Estou com fascite plantar no pé direito há uns 20 dias, parei de correr há 15. Fiz tratamento de 7 dias com diclofenaco e parei de sentir aquela dor horrorosa ao acordar e durante o dia não sinto nada. O médico orientou parar de correr por 3 a 5 semanas e fazer ultrassom, se estiver tudo OK, ótimo, senão, fisioterapia. Estou fazendo corrida no transport (aquele aparelho para correr sem impacto, conforme orientação médica) e treinos de fortalecimento muscular na academia, porém o professor indicou um para os gêmeos (músculo da batata da perna) num aparelho que usa um certo peso para fortalecer, e, coincidência ou não, fiz o treino apenas uma vez e 3 dias depois senti um leve incômodo na área da fascite. Seria melhor eu não fazer o exercício com peso? Tenho uma corrida de 7k daqui a 2 dias, acha melhor eu continuar no repouso ou devo encarar? Rsrs... corredor não consegue ficar parado. Beijos e obrigada pelas dicas, estou fazendo os exercícios há 10 dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa a demora. Só vi agora. Acho que agora é tarde. Espero que tenha dado tudo certo!
      abs
      Sergio

      Excluir
  24. Oi Sergio! Tenho a mesma impressão que você quanto aos tênis de maior amortecimento. Já tive um Nike Air antes de ter fascite e amava. Depois que desenvolvi a fascite, comprei um novo e não aguentava nem pra andar até ali na padaria! Uma dor horrível!!! Parece que o excesso de amortecimento faz muita força para cima no nosso pé e aí força a mais a fáscia. Adorei as dicas aqui! :)

    ResponderExcluir
  25. Bom hão dia, depois que corri a volta da pampulha BH 2016, minha dor nos calcanhar pioraram muito, estou a quase um mês sem consegui correr direito, é nos dois calcanhares, bem estes sintomas acordo de manha coloco o pé no chão que dor insuportável, mas comecei com gelo ontem vou fazer tudo direitinho com as bolas de ténis e faicha elastica, muito obrigado por as dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, amigo. Acho melhor a bola para cachorro que a de tenis... mas depois conta se melhorou.
      abs
      Sergio

      Excluir
  26. Caraca.... Se eu não soubesse que não sou eu.. Iria achar que eu que escrevi isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. He he. Acho que não tem muito mistério mesmo. Foco na bolinha de pet shop e em trocar o calçado. Obrigado pela visita.

      abs
      Sergio

      Excluir
  27. Sérgio, muito obrigada pelas dicas!
    A fascite plantar me assustou por ser uma dor tão intensa! A médica me deu uma injeção local com ácido hialurônico e a dor agora está sob controle. Faço alongamentos e quando dói durante alguma atividade, faço escalda pés quente. Mas não consegui voltar a correr. Toda vez que tento a dor volta intensa!
    PS: não consegui abrir o vídeo com os exercícios de fortalecimento. Você poderia descrever?
    Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os exercícios são mais complementares. É uma extensão do tibial, que é mais para evitar canelite e um fortalecimento para a região do calcanhar, colocando a anilha em torno do pé e girando o calcanhar. Mas mais importante é trocar os calçados e fazer a massagem com a bolinha. As vezes um calçado que parece inofensivo é o responsável pelo problema.

      Excluir
  28. Bom dia Sérgio! Desenvolvi fascite plantar, só caminhando, estou tentando me mexer. Poxa, estava tão animada! Acredito por causa do tênis surrado e o médico citou excesso de peso, nem estou tão gorda rsrsrs... ele receitou dexalgen injetável (não tive coragem de tomar ainda). Estou alongando mas sinto muito incômodo na panturrilha quando alongo. É assim mesmo? E posso fazer choque térmico ou apenas gelo? Você falou em andar descalço, na praia seria na areia mais fofa? Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, o principal é a bolinha de pet shop. Quanto ao alongamento, o limite é a dor, assim como na caminhada. Ou seja, faça apenas se não tiver sentindo dor. Se for só um incômodo, não teria problema. Espero que melhore logo. Abs

      Excluir
  29. Olá Sérgio, desde sexta-feira estou com dor no calcanhar, que fica o dia todo doendo e latejando. Hoje fui no médico e ele receitou anti inflamatório e uma injeção. Quarta começo a fisio. Interessante que a dor começou la pelas 11 hs, e não ao acordar as 8:00. Nem vou tentar correr essa semama, e a prova no Pq. Ecológico dia 30 desisti ... Pra nao ficar parado farei natação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu investiria na bolinha de pet shop em primeiro lugar. Eu mesmo dei uma engordadinha, aí na semana passada comecei a sentir um leve incômodo da fascite, após treino de velocidade (tiro). Fiz a massagem com a bolinha e já não sinto mais nada. Mas é claro que cada corpo é de um jeito, então não há garantia. Melhoras para você! abs.

      Excluir
  30. Boa noite,
    Ha quase dois meses comecei a ter uma dor aguda no calcanhar esquerdo e como a dor foi aumentando pela planta do pé decidi ir ao ortopedista, enviou me logo para raio x e mandou tomar anti inflamatorios um calcanhar de gel e salto alto(sou rapariga de usar tennis e sabrinas logo nao apreciei a ideia) felizmente nada de osso. Após duas semanas sem melhorias enviou me para fisioterapia um uma fascite plantar e contratura abaixo do gemeo(pela defesa do pe)... agr comecei a fisio 3x semana(muita dor) sp de saltos e com o calcanhar... n sou praticante de exercicio(n tenho mto tempo e o meu servico e sempre sentada) e agora a fazer dieta porque pé pequeno com excesso de peso nao é boa ideia.... ando a procura de tennis para este problema mas sinceramente n sei o que procurar.... a fisioterapeuta indica que tem de ter amortecimento da planta, inclinacao de 3cm no minimo do calcanhar.... onde encontro este tipo de tennis? O que é um tennis minimalista? Obrigada e desculpem o texto longo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tênis minimalista é o contrário do que a fisioterapeuta te indicou. Não há evidência científica de que o tênis que ela sugeriu possa melhorar seu problema. Teste e veja o que funciona para vc. Minha sugestão é usar a bola de pet shop, que não tem contra indicação, e trocar seu calçado atual. Melhoras. Abs

      Excluir
  31. Pesquisando sobre fascite plantar descobri seu blog... Sou restauradora estou sofrendo c essas dores... dicas bacanas que vou colocar em prática e torcer para que dê certo pois preciso estar bem para prosseguir com meu trabalho que exige força física p subir andaimes mto obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que melhore! Peço que passe aqui e dê notícias! Abs

      Excluir
  32. O Nike que vc estava usando não é um tênis "com muito amortecimento", bem pelo contrário. A maioria da coleção da Nike são de tênis de passeio e erroneamente as pessoas acham que é para prática esportiva. A fascite plantar não tem nada a ver com amortecimento, mas com a sustentação do arco do pé nos momentos de crise. Você pode e DEVE usar um tênis com amortecimento adequado, como um Asics ou Mizuno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, não é o que a literatura científica diz. Desculpa, mas não concordo. Se puder me mostrar textos científicos (peer reviewed) que mostre que as marcas citadas tem qualquer vantagem em redução de lesões sobre as demais podemos conversar a respeito. Ou mesmo que mostre que tênis com amortecimento tem alguma vantagem nesse quesito sobre a corrida descalça... nossos pés são perfeitos e sempre corremos. Do final da década de 70 para cá começamos a usar os t3nis com tecnologias diversas e as contusões explodiram. No começo também pensava como você, que é o mainstream, mas depois de estudar o tema (2009 a 2012 principalmente), percebi que estava errado. Abs

      Excluir
    2. Sergio,muito obrigada, pelas dicas. Show!! Em estou com fascite. Gente que dor do KCT...Moro em um pais frio com muita humedade...ArMaria!Nunca senti tanta dor...Eu, faço caminhada...( agora estou quetinha) Não sei o que fazer, eu, piro se não caminho...Mudei de tenis...Pode ter sido isso tbm né???Amamhã vou comprar essa bolinha ( MILAGROSSSSAAA!!)Deus permita que comigo funcione tbm!Sera que posso fazer caminhada?? Estou pensando em voltar..mas...pouquinho. Obrigada!!De grande ajuda teus conselhos. Tua experiencia. Sorte para todos nós.


      Excluir
    3. Pode sim ter sido o tênis. Eu já tive fascite com um tênis é um sapato específicos. Recomendo que além do exercício com a bolinha troque também o tênis para testar. Acho que tem ótimas chances de resolver. Abs

      Excluir
    4. Obrigada querido! Hj, comprei a bolinha em uma loja de esporte. E já fiz uso, incrivel!!!como me sinto melhor. Mais uma vez muito obrigada!!!! Sorte para todos nós.

      Excluir
    5. Que bom! Melhoras para vc! Depois diga se trocou o calçado tb ou se foi só a bolinha.

      Excluir
  33. Fiz uma cirurgia de tendão de Aquiles no pé direito a 6 meses e ganhei essa maldita fascite plantar nesse mesmo pé de brinde pelo tempo de desuso. Já estou tratando ela na fisioterapia mas tem dias que não dá pra aguentar ela não. Espero que passe logo, pois com tanta dor, acabo não conseguindo andar nem poucos metros de distância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sucesso para vc! Eu sou a prova de que isso se resolve. Já faz mais de um ano que não tenho absolutamente nada. Abs

      Excluir
  34. Depois de um tempo parado voltei a correr, de forma gradativa. Um dia após o outro. E quando sinto dor que sugere dor de lesão, eu paro. E as vezes eu faço o rolinho nos pés, com a garrafinha congelada. Por enquanto estou nos 8 km, mas devagar e sempre espero chegar nos 12 km, e quem sabe corre a São Silvestre no final do ano.

    Estou utilizando um tênis com solado baixo, e espero nunca mais usar tênis altos (e caros).

    O melhor amortecimento é feito com meus músculos e a pisada no meio do pé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal! Que bom que está se recuperando!eu não vi muito resultado com o rolinho, foi mais com a bola de pet mesmo... Mas que bom que para vc está funcionando! Abs

      Excluir
  35. Por favor podem me indicar um tênis para caminhada para uma senhora co Fascite Plantar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cristina, o tênis é realmente um aspecto importante. Eu sugiro que fuja dos modelos muito baratos e também dos muito caros. Importante que a pessoa se sinta bem com o tênis e caminhe bastante na loja antes de comprar. Eu evitaria também os testes de pisada que algumas lojas tentam empurrar para vender os modelos mais caros. Esses testes não tem embasamento científico. Desculpe não sugerir um modelo específico, mas cada organismo é diferente do outro. Espero ter ajudado. Abs

      Excluir

Tenho um enorme carinho pelos que comentam por aqui e procuro responder a 100% dos comentários, aqui na própria seção. Vamos lá, diga aí embaixo o que achou ou qualquer coisa relacionada às corridas...